Segunda-feira, 28.09.09

As Avis - As Grandes Rainhas que partilharam o trono de Portugal na segunda Dinastia é uma obra sobre as mulheres da dinastia de Avis. Durante 200 os anos que durou a dinastia de Avis, o país conheceu nove rainha consortes mulheres que, muitas vezes na sombra, definiram o rumo da História do reino.
 
A partir do olhar destas rainhas, a historiadora Joana Bouza Serrano dá-nos a conhecer os seus casamentos, que representavam verdadeiros trunfos nos jogos de poder político, os partos sucessivos para garantir a sucessão, a sua dedicação à cultura e às artes, as tradições e costumes da corte e os diferentes acontecimentos políticos que marcaram a dinastia de Avis.

 

A obra será apresentada por Cristina Sá Carvalho, professora na Universidade Católica de Lisboa, no dia 1 de Outubro, às 18h30, no Restaurante do El Corte Inglés Lisboa, piso 7.

 



publicado por bookworms às 10:48 | link do post | comentar

Quinta-feira, 07.05.09

Foi lançado o livro Entre Canibais - Aventuras e Desventuras no Rasto de um Ritual… Apetitoso!? - de Paul Rafaelle

 

O canibalismo é um ritual digno dos piores pesadelos e uma negra inspiração para filmes e livros. Em Entre os Canibais - Aventuras e Desventuras no Rasto de um Ritual… Apetitoso!?***, acompanhamos Paul Raffaele nas suas viagens até aos locais mais remotos do planeta em busca de povos e tribos que ainda praticam este ritual perturbante.

 

Numa escrita empolgante e humorística que satisfará a curiosidade dos leitores mais requintados, Paul Raffaele visita locais e tribos exóticas entre os quais se contam o México, a Polinésia, a Amazónia, os guerreiros canibais do Tonga, os Korowai da Nova Guiné e os Agohri na Índia. 

 

Das ruas da cidade do México  às terras altas da Nova Guiné, Paul Raffaele brinda-nos com um relato sobre a milenar história do canibalismo que funde o jornalismo gonzo com aventuras de Indiana Jones.



publicado por bookworms às 15:10 | link do post | comentar

Quarta-feira, 06.05.09

Dia 6 de Maio, às 19h00, na sala de convívío da Sociedade Portuguesa de Geografia (Rua das Portas de Santo Antão, nº100, Lisboa), será apresentada a obra Angola, Terra Prometida - A Vida que os portugueses deixaram, de Ana Sofia Fonseca.

 

SINOPSE
A vista tranquila da baía de Luanda, os banhos de mar quente a qualquer altura do ano, as mangas maduras, as lagostas frescas bem acompanhadas pela cerveja Cuca, os gelados do Baleizão, o cheiro da terra encarnada, as modas dos bailes e das grandes festas, as grandes caçadas no mato, as amizades férreas ... Os melhores anos da vida de muitos portugueses que em Angola encontraram uma terra quente e generosa.

 

O cenário perfeito para uma vida boa, feita de pequenos e inesquecíveis prazeres. Nos anos 50 milhares de portugueses embarcaram rumo à terra dos sonhos e das oportunidades, em busca de uma vida melhor. Foram como colonos e por lá ficaram e vingaram. Viveram a euforia do crescimento económico, de uma vida longe de uma metrópole esmagada pela ditadura salazarista. Regressaram a Portugal, nos anos 70, como retornados. Para trás ficava a terra prometida. E o sonho de uma vida.

 

Através de testemunhos e de uma pesquisa exaustiva leva-nos aos bairros de Luanda, ao dia-a-dia dos portugueses, ao seu quotidiano e aos costumes, em suma redesenha os contornos de um país que já só existe nas recordações de quem o habitou.



publicado por bookworms às 11:46 | link do post | comentar

 

A Terceira Metade é o último livro do ciclo "Os Filhos de Próspero", trilogia de Ruy Duarte de Carvalho, de que também fazem parte: Os Papéis do Inglês e As Paisagens Propícias.
 
Neste romance, voltamos a encontrar algumas das personagens dos anteriores volumes da trilogia e conhecemos o "mais-velho" Trindade, um tio de SRO que tem em seu poder uma misteriosa cassete com rezas e que se deverá encontrar com o narrador perto do Kambeno (fronteira entre Angola e Namíbia), para lha entregar.

 

Com o pretexto da cassete, Trindade, levado pelas mãos do narrador e do próprio autor, revela-nos as suas surpreendentes considerações antropológicas e coloniais, e apresenta-nos o seu percurso de vida como progressiva aprendizagem: a infância na Lucira, as aventuras como cozinheiro em acampamentos de engenheiros e doutores, a experiência como ajudante de um escritor alemão entomologista, a quem carregava a rede para apanhar borboletas, até chegar à velhice e descobrir que "sete apenas, entre os vinte e oito nós [da vida], serão enigmas para tentar esclarecer, os únicos eventualmente ao alcance da tua decifração, da tua consciência, da tua ciência se a tua natureza e o teu caminho forem de molde a dar-te acesso a isso......."


"........ as páginas que precedem darão ideia do modo que à partida me propus usar para escrever este livro....... acabou depois por não poder vir a ser inteiramente assim, como irá ver-se a páginas tantas....... vou no entanto manter o que apesar de tudo consegui escrever ainda antes de me ter visto obrigado a interromper a tarefa que me tinha imposto levar a bom termo no Cabo das Agulhas, segundo esse programa original..........."

Ruy Duarte de Carvalho

 



publicado por bookworms às 11:39 | link do post | comentar

mais sobre mim
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

Apresentação do livro "As...

Lançamento do livro Entre...

Lançamento do livro Angol...

A Terceira Metade de Ruy ...

arquivos

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

tags

actualizações

amazon

autenticação

autógrafos

avisos

blog

bookworms

codebits

debates

desenvolvimento

design

editorial

entrevista

eventos

feira do livro

google book search

importante

imprensa

inicio

lançamentos

livrarias

livros

mário cláudio

natal

oops

podcast

poesia

premios

prémios

primavera

rss

sapo

twitter

wook

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds